Você está aqui
Home > Edição > A bike vem ganhando mais espaço nas ruas

A bike vem ganhando mais espaço nas ruas

Como não poderia ser diferente, a grande maioria das pessoas têm pouco tempo para afazeres de lazer e até mesmo com a família. Vemos isso principalmente nos grandes centros pelo Brasil afora. Mas, de uns anos para cá a bike tem ganhado força e muita gente resolveu trocar os carros e entrar no mundo das duas rodas ecológica.
Dados da Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e similares) mostram que a produção de bicicletas no Brasil teve alta de 16% no acumulado de 2018, em comparação ao mesmo período de 2017, somente no mês de setembro, essa alta foi de 25,7% na mesma base comparativa.
Em cidades como São Paulo por exemplo, o tempo estimado no percurso de 40km de carro em horário de pico pode chegar em até duas horas ou mais para percorrer, enquanto de bike a mesma distância pode ser feita em 35 minutos aproximadamente. Sem contar no custo mensal com o automóvel incluindo combustível, seguro se for o caso, manutenção e etc.
Claro que nas grandes metrópoles a troca do carro pela bike é válida principalmente nas cidades onde a ciclovia faz parte do dia a dia dando essa mobilidade para quem deseja usar a bicicleta. Até o ano de 2017 já eram 2.934 km de vias destinadas aos ciclistas; em 2014, eram 1.414 km. Ainda assim, elas correspondem a apenas 2,7% da malha viária total das cidades.
Infelizmente essa realidade não se encaixa na maioria das cidades do interior do brasil em virtude de nossos governantes não terem uma visão “futura e ecológica”, mas que já é uma grande realidade tendo em vista os inúmeros grupos de pedais que temos espalhados por todo o país. Eventos estes que fomentam a economia e ajuda muita gente a sair do sedentarismo.

Foto: divulgação
#daredaçãob&v

Artigos semelhantes

Deixe uma resposta

Topo