Você está aqui
Home > Edição > Brasil pode ser suspenso no ciclismo por aumento de casos de doping

Brasil pode ser suspenso no ciclismo por aumento de casos de doping

Em entrevista ao portal de notícias UOL, David Lappartient, presidente da UCI, afirmou que o ciclismo do Brasil poderá ser proibido de participar de competições internacionais, caso o elevado número de casos de doping envolvendo os atletas nacionais não diminua.

“Precisamos Pegar os Trapaceiros” – Presidente da UCI sobre Atletas Brasileiros Suspeitos de Doping

“É possível que esse seja o caminho para um país com mais caso de doping, como o Brasil e outros países da América do Sul… Estamos trabalhando com as federações nacionais, incluindo o Brasil, para tentar reduzir esses números. Se tivermos muitos casos positivos, podemos suspender sim, mas ainda temos alguns passos antes de uma medida assim radical”, afirmou Lappartient, em entrevista ao site UOL.

Quando comunicado sobre o ocorrido no Campeonato Brasileiro Master de Ciclismo de Estrada, onde alguns atletas saíram fugidos da competição ao perceberem a presença da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), Lappartient afirmou: “Espero que a confederação brasileira e a agência antidoping brasileira suspendam esses atletas, porque isso é algo inaceitável. Precisamos pegar os trapaceiros”.

Outro dado surpreendente e triste, é que mais de 75% dos casos positivos de doping estão concentrados em apenas 5 países da América do Sul, e entre eles está o Brasil.

Informações: uol Esporte / Fotos: divulgação

Artigos semelhantes

Deixe uma resposta

Topo
%d blogueiros gostam disto: