Você está aqui
Home > Edição > BIKE ELÉTRICA OU CONVENCIONAL: VANTAGENS E DESVANTAGENS

BIKE ELÉTRICA OU CONVENCIONAL: VANTAGENS E DESVANTAGENS

Publicado por Bike Registrada (Fotos Bike & Vida)

Nesse momento, muita gente está pensando em comprar uma bike para ir ao trabalho, começar a pedalar pela cidade ou mesmo entrar em forma, para ter mais saúde. E uma das ideias comuns é optar por uma bike elétrica ou convencional. Se você é mais uma dessa pessoas, saiba que há uma série de vantagens e desvantagens para colocar na balança e levar a opção ideal.

Logo de cara, não vamos mentir, em um quesito a bike elétrica é como a convencional: você vai ter que pedalar. Porém, muito além disso, você precisa descobrir que há diferenças grandes entre as duas categorias de bike.

Entre as bikes elétricas, que estão em alta e prometem cada vez mais conquistarem novos ciclistas, e as bikes mecânicas convencionais, seja uma MTB, Speed ou urbana, qual é a que você deve ficar? 

Independente se você já pedalou nela ou não, com certeza conhece como ela funciona. Dois pedais, suspensão ou garfo rígido, trocadores de marchas e o resto é com você no pedal. Vem, conferir todos os prós e contras desse modelo que surgiu há mais de 100 anos e continua viva.

VANTAGENS

O mundo das bikes convencionais é bem grande, com modelos de mountain bike, bicicletas de estrada, urbanas, dobráveis e muitas outras. Então, se prepare para saber tudo o que vai ter de vantagens.

CUSTO-BENEFÍCIO

Bikes usadas ou novas são encontradas aos montes nessa categoria. Portanto, não será difícil achar um bom modelo com um custo baixo e uma qualidade bastante atrativa.

VARIEDADE DE MODELOS

MTB, híbrida, urbana, dobrável, gravel, entre tantas outras. Não importa a categoria da bicicleta que você vai levar no final, há uma variedade imensa delas e não faltarão modelos.

Isso ajuda a ter sempre um modelo ideal para o seu uso, sem se preocupar na hora de decidir, porque não encontrou uma que seja do seu gosto e bolso.

PARA TODOS OS PERFIS

Homem, mulher, estatura alta, baixa, pesado ou leve. Há bikes para todos os perfis de pessoas. A bikes convencionais estão na ativa há muitos anos, e testes e mais testes com modelos que atendam a diferentes perfis de pessoas são feitos.

Assim, essas bikes “estão na praça” aos montes, o que não deixará faltar um modelo que seja, especialmente no aspecto de ergonomia e segurança, perfeito a você.

DIFERENTES PROPOSTAS DE PEDAL

Você vai usar a bike nas trilhas, só estradas, fazer passeios mistos, ir ao trabalho ou tem outra proposta de pedal? Saiba que para cada estilo de local que você pretende pedalar, existe um modelo que se encaixará melhor. Tem bike para pedalar até na areia e na neve.

BAIXO CUSTO DE MANUTENÇÃO

Para essas bikes, a não ser que seja um modelo exclusivo, com produção de peças que só uma empresa faz, você não terá problemas em fazer manutenções.

Desde encontrar um lugar para fazer as revisões ao valor do serviço, tudo aqui é mais acessível a maior parte dos bolsos. Uma vez que há várias lojas e oficinas espalhadas pelo Brasil, e peças consolidadas no mercado e distribuídas para além de lojas físicas, pela internet.

DESVANTAGENS

Ainda que você escolha a bike convencional, todas elas reservam algumas desvantagens em comum. Portanto, é melhor colocar elas à mesa e conhecê-las.

CANSAÇO

Se a fadiga muscular bater, não há motor que empurre você e a sua bike morro acima. Na falta de um transporte público ou até algum amigo que vá te socorrer de carro no meio da avenida, você vai ter que empurrar a bike até a sua casa.

GRANDES DISTÂNCIAS

A não ser que você esteja com o corpo em forma e a bike revisada para fazer grandes distâncias, para várias pessoas — que pode incluir você — trajetos longos são um problema. Um dos motivos é que estender os pedais exige equipamentos para tal, além de muito treino.

SUBIDAS COM CARGA

Especialmente para ir de bike ao trabalho, levar cargas no bagageiro ou nas costas é puxado. Mesmo para ciclistas treinados e com muita força nas pernas, o peso extra se torna um problema em muitos terrenos, como subidas íngremes.

SUOR

Vai se deslocar da sua casa até um local próximo ao supermercado, vai ver a namorada ou namorado, ou vai ao trabalho? Chegar suado nesses lugares não é uma boa. Por causa de exigir que você pedale sem alívio, o suor é inevitável.

DESCUBRA AS VANTAGENS E DESVANTAGENS DA BIKE ELÉTRICA

Quem disse que bike elétrica não é bike, ou que é moleza pedalar com uma e-bike, está enganado. O Tour do Fred já provou que pedalar nesse padrão de bicicleta tem suas dificuldades, apesar do apoio de um motor elétrico. Mas, além desse apoio, há tantas outras vantagens quer você precisa conhecer, antes de dar o seu aval.

VANTAGENS

Não faltam motivos para que as bikes elétricas se tornem as queridinhas de um novo mundo, em que a segurança e a praticidade estão disputando o primeiro lugar na nova rotina.

PEDAL ASSISTIDO

As bikes elétricas não são como motos, em que basta acelerar que ela faz o resto. É preciso pedalar para que o motor auxilie a sua pedalada. Portanto, sua força vai ser desempenhada, mas sem exigir a mesma intensidade que uma bike convencional.

LEVAR CARGA

Para o transporte de cargas, nos alforjes em bagageiros, as bikes elétricas são perfeitas, pois suportam tanto peso ou mais, do que uma bike convencional. Uma vez que o quadro e peças desses modelos são reforçados, ficará fácil fazer uma compra aqui e outra ali e levá-las sem esforço na e-bike.

PASSEAR COM CRIANÇAS

Sim, bikes elétricas são aptas para você colocar o seu filho ou filha, na garupa ou na frente, em cadeirinhas próprias.

Claro que toda e-bike, assim como as convencionais, têm o seu limite de carga, então, observe as especificações antes de colocar a garotada em cima da bike. E, principalmente, veja um modelo de cadeirinha que suporte e acomode bem o pequeno.

IDEAL PARA DEFICIENTES

Pessoas com mobilidade reduzida ou mesmo com algum tipo de deficiência física, podem usar as bikes elétricas, desde que elas atendam às necessidades. Como o motor faz um papel fundamental de empurrar a bike à frente, sem exigir um grande esforço, não é preciso se preocupar se é possível dar conta de pedalar.

ESTIMULA A PEDALAR

Para quem vai começar ou retomar a usar a bike, as bikes elétricas são bastante vantajosas. Pois, no início, os músculos ainda não estão resistentes o suficiente para encarar pedais, e o cansaço pode vir à tona logo. Então, a bike elétrica dá essa mãozinha para quem é iniciante.

MAIORES DISTÂNCIAS

Quilometragens grandes, como acima de 40km, podem ser feitas de bike elétrica, sem que você perca as forças para voltar para casa. Claro que há bikes com autonomia relativamente baixa, mas, modelos melhores tem baterias melhores para esse fim. E, também, é preciso ajustar a potência do motor, no painel, para que a energia dure o máximo possível.

CUSTO-BENEFÍCIO PARA USAR DIARIAMENTE

Ter uma e-bike para ir trabalhar é, em muitos casos, melhor do que ir de carro ou de moto. Os motivos econômicos são sempre os principais, já que custos com IPVA, emplacamento, combustível, entre ouros, são eliminados.

Além disso, com a ajuda do motor elétrico, você não chegará suado no local de trabalho, a não ser que esteja aquele calor de rachar.

SEGURANÇA

Bikes elétricas são seguras do ponto de vista mecânico e elétrico. Apesar de as primeiras bicicletas desse tipo, que chegaram ao Brasil, não virem com peças tão boas, os modelos evoluíram rápido. Hoje, boa parte das bikes elétricas contam com peças e sistemas de padrão avançado, mesmo em modelos básicos.

A BATERIA PODE SER RECARREGADA EM MUITOS LOCAIS

Hoje, com o avanço dos smartphones, tablets e outros aparelhos, é fácil encontrar uma tomada em qualquer lugar, até mesmo aquelas espalhadas e escondidas por estações de ônibus, metrô e trem.

Por esse motivo, encontrar uma tomada disponível para você recarregar a bateria da bike, não será um problema. Afinal, elas usam carregadores similares aos de notebook, com tomadas de 3 pinos, padrão atual no Brasil. Dá tempo de tomar um café, comer, ou trabalhar enquanto ela carrega.

DESVANTAGENS

Claro, há desvantagens em alguns pequenos pontos sobre as bikes elétricas. Por isso, você deve conhecê-los, para avaliar se realmente uma e-bike vale a pena para o seu perfil de uso.

PESO

Sem dúvidas, o peso de uma bike elétrica é bastante superior ao de uma bike convencional. O que faz com que, mesmo que você tenha a ajuda do motor, sinta esse peso extra de uma estrutura mais robusta, nas pernas.

VALOR

Assim como em qualquer outra categoria de bicicleta, as boas são sempre mais caras. E-bikes tem um custo inicial médio de R$3 mil, o que faz com que o acesso a elas, seja mais restrito.

E, uma dica aqui de amigos do pedal, é: não busque bikes elétricas por preço baixo, pois provavelmente a qualidade delas será proporcional, e você colocará a sua segurança e investimento em risco.

MANUTENÇÃO ESPECIALIZADA NA PARTE ELÉTRICA

Enquanto a manutenção das partes mecânicas de uma e-bike segue os mesmos padrões de uma bicicleta convencional, sua parte elétrica exige mão de obra especializada.

Esse não é um problema nem a curto e médio prazo, pois a parte elétrica é justamente a que foi projetada para durar muito mais tempo. Nesse sentido, a única peça que precisa ser trocada é a bateria, que, assim com a bateria do seu celular ou notebook, tem vida útil.

Um ponto muito positivo que vale para qualquer das categorias, é o seguro de bicicleta. Com um investimento mensal baixo, você poderá pedalar sem medo e aproveitar ainda mais o que as bikes garantem.

Coloque tudo na balança, entenda qual será o modelo que mais atenderá ao que você precisa para desfrutar do melhor que uma bike pode oferecer. E depois faça a sua escolha entre uma bike elétrica ou convencional. Pois, uma coisa é certa, com a bicicleta adequada, você terá ótimos benefícios.

Fonte:blog.bikeregistrada.com.br

Fotos: arquivo Bike & Vida

Artigos semelhantes

Deixe uma resposta

Topo
%d blogueiros gostam disto: