Você está aqui
Home > Edição > Muito barro e novos rostos na elite do MTB

Muito barro e novos rostos na elite do MTB

A segunda etapa da Copa do Mundo de MTB Cross Country teve muita lama, mas o principal destaque foi a renovação. A juventude de Thomas Pidcock e Loana Lecomte deu o tom em Nové Mesto, na República Tcheca.

Henrique Avancini e Nino Schurter, antes imbatíveis, ficaram para trás no XCC e viram de longe a disputa no XCO. O short track teve vitória de Mathieu van der Poel no photo finish com Thomas Pidcock em segundo. Mas no cross country olímpico, Pidcock mostrou que está pronto para a elite, mesmo com apenas 21 anos. Campeão nas categorias de base, o inglês se destacou na primeira etapa da Copa do Mundo e agora, mais bem posicionado na largada, quase venceu o XCC e dominou o XCO. Assume com isso a segunda colocação na classificação geral após duas etapas. Nino Schurter se segurou em terceiro na classificação geral, enquanto Avancini caiu para a décima colocação geral. O brasileiro amargou a vigésima terceira colocação na República Tcheca, seu pior desempenho nos últimos quatro anos.

Mantendo a tradição francesa no MTB feminino, Lecomte, com apenas 21 anos, assumiu o primeiro lugar geral da Copa do Mundo. Outra nova força, a norte-americana Haley Batten, venceu o XCC e está em segundo lugar. Tricampeã mundial e lenda do MTB, Pauline Ferrand-Prévot, garantiu apenas a terceira colocação.

Parceria: aliança bike

Artigos semelhantes

Deixe uma resposta

Topo
%d blogueiros gostam disto: